Como trabalham os nossos perseguidores

Duas semanas após um homem ter invadido com um trator o templo da Igreja Universal na cidade de Faro, em Portugal, destruindo todo o interior, uma senhora, afirma ter recebido proposta dele para depor contra a IURD.

A portuguesa Conceição Afonso, moradora da cidade de Faro, gravou um depoimento em vídeo afirmando que foi abordada na rua por Eleutério Cortes, o mesmo homem que, no dia 13 de julho, invadiu o templo da IURD com um trator. Segundo Conceição, o homem teria proposto a ela que fosse à Justiça para depor contra a Igreja e a favor dele. Ao se recusar a fazer isso, Conceição diz que Cortes ofereceu a ela a quantia de mil euros (cerca de R$ 2,3 mil) caso ela aceitasse se posicionar oficialmente contra a IURD, proposta que ela também teria recusado.

Na gravação, Conceição diz não saber se o invasor do templo de Faro tem feito a mesma proposta a outras pessoas, mas conclui: “Desta maneira, dá a entender que ele está à procura de outras pessoas (para testemunharem contra a Igreja).”

Este não é o primeiro caso de tentativa de suborno a membros da Igreja Universal para que se posicionassem contra a Igreja. Em 2009, o ex-pastor da IURD, Gustavo Rocha, deu falsas declarações contra a instituição a uma revista das Organizações Globo. Segundo a ex-sogra de Gustavo, ela ouviu do próprio ex-genro que ele teria recebido dinheiro para dar o depoimento à revista.

Assista ao vídeo:

Anúncios

IURD: PORTUGAL

No país desde 1989, a Igreja realiza obras espirituais e sociais

Portugal é muito mais do que o país do bom bacalhau. Situado no continente Europeu, também é conhecido mundialmente por suas navegações, descobertas, artes e culinária. No ano de 1500, os portugueses chegaram ao Brasil e estabeleceram o domínio do comércio global durante anos. Porém, derrotas militares sucessivas fizeram com que o império lusitano entrasse em decadência, chegando totalmente ao fim em 1975. Após 41 anos de regime ditatorial, no começo dos anos de 1980, o país se reergueu e passou por um processo de desenvolvimento econômico, tecnológico, cultural e cientifico. A Igreja Universal do Reino de Deus está no país desde 1989 e conta com 103 templos espalhados pela região, sendo duas catedrais; uma na capital, Lisboa, com 1800 lugares; e outra que deve ser inaugurada na cidade do Porto, em agosto, com capacidade para mais de 2,3 mil pessoas. Embora haja um oceano separando o Brasil de Portugal, o mesmo Espírito que dirige a Obra aqui também está presente lá: o Espírito Santo. De acordo com o responsável pelo trabalho evangelístico no país, o bispo Júlio Freitas, quando a IURD chegou ao território português enfrentou muitas perseguições por parte da mídia e de alguns religiosos. No entanto, houve a aceitação da população em geral, que teve a oportunidade de receber a visão acerca da fé inteligente, algo que não existia. A evangelização se dá por meio de programas de rádio e tevê, jornais, revistas, folhetos e também pela internet, em um site contendo informações a respeito das reuniões, testemunhos e mensagens de fé. Como no Brasil, na IURD de Portugal também há grupos específicos que cuidam da vida espiritual dos jovens e das crianças, com reuniões que ensinam a Palavra de Deus em uma linguagem apropriada para cada idade. Além do apoio espiritual, a população portuguesa encontra na Igreja trabalhos na área social como, por exemplo: o orfanato “Casa Acolhimento Mão Amiga”; o grupo “Coração de Ouro”, que presta assistência às vítimas de desastres naturais e aos mais carentes; e o abrigo de apoio aos idosos, o “Lar Universal”, criado no ano de 2003. A preocupação para com as pessoas da terceira idade surgiu após a Igreja perceber a grande desvalorização social desta população. O “Lar Universal” tem capacidade para 60 idosos e a maioria que chega até o lugar não tem amparo da família e vive em condições econômicas precárias. No local, eles participam de atividades recreativas e de lazer, festas, passeios e oficinas de costura e carpintaria. Para o responsável pela Casa, pastor Meca dos Santos, o ambiente proporciona momentos inesquecíveis. “Aqui, os idosos recebem aquilo que as famílias não têm condições de dar, ou se esquecem. Neste lugar, eles têm à disposição um espaço envolvente, muito grande, e até uma igreja; coisas muito importantes nesta fase da vida”, explica. A solidariedade da Igreja Universal está presente nos quatro cantos do mundo, pois o que move essa Obra é o desejo de levar o amor ao próximo, não somente com palavras, mas com ações que transformam vidas. Isso é o que faz o trabalho crescer cada vez mais, como afirma o bispo Júlio. “Nestes 33 anos, nada nem ninguém pôde destruir este trabalho, pois esta é a Obra de Deus, da qual eu e você e outras milhões de pessoas, em todo o mundo, fazem parte; e a herança do povo de Deus é a sua salvação”, conclui.

Dia da Humilhação em Ponta Delgada

Neste domingo aconteceu algo muito forte no CdAE dos Açores, pois cerca de 80 pessoas afastadas estiveram na casa de Deus e se humilharam e buscaram a presença d’Ele. Tivemos inclusive um testemunho muito forte de uma senhora.

D. Patricia Paes, trouxe o seu filho Rafael Rodrigues que estava desenganado pelos médicos, devido ao afastamento dela da presença de Deus, mas entretanto, ela voltou e Deus de braços abertos a recebeu e curou o seu filho.

Todos os domingos, pelas 9h30 temos o Encontro das Familia no CdAE nos Açores.

Centro de Ajuda Espiritual
Rua Boa Nova 5 Calheta
9500 Ponta Delgada, Açores
Tel.296 287 424

Site: http://www.iurd.pt

Evangelização em massa em Espinho (Portugal)

0318O que temos levado tem tornado nossos pés formosos?

“Quão formosos são, sobre os montes, os pés do que anuncia as boas novas, que faz ouvir a paz, do que anuncia o bem, que faz ouvir a salvação, do que diz a Sião: O teu Deus reina! Eis a voz dos teus atalaias! Eles alçam a voz, juntamente exultam; porque olho a olho verão, quando o SENHOR fizer Sião voltar.” (Isaías 52.7,8)

Formosos, belos, bonitos, esplêndidos são os pés daqueles que anunciam as boas novas. Naquela época, o povo andava de sandálias e as ruas não tinham calçadas ou alcatrão como hoje. Os pés eram empoeirados, manchados e até machucados. Porém, o que Jesus e os apóstolos traziam tornava seus pés formosos: as boas novas!

Como estão seus pés aos olhos de Deus?

É por isso que, diariamente, o grupo de Evangelização do Centro de Ajuda Espiritual de Espinho, em Portugal, tem se reunido no intuito de levar uma mensagem de fé, paz e esperança aos mais desesperados e aflitos. A alegria é notória no rosto de todos os que têm recebido essas mensagens.

Cerca de 600 pessoas foram evangelizadas nesse “Multirão da Fé” realizado nesse domingo, dia 6 de setembro.

O Centro de Ajuda Espiritual fica localizado na Rua 8, nº 729 – Espinho (Portugal)